Bem vindos ao Espaço Saúde Granjardim
Consultórios para profissionais da saúde na Granja Viana
(11) 4702-6652 / 4702-6781 contato@espacosaudegranjardim.com.br

O consumo de bebidas com alto teor de açúcar, incluindo refrigerantes e sucos de frutas, está associado a um risco aumentado de mortalidade e morbidade por doença coronariana em adultos de meia-idade, particularmente aqueles com excesso de peso.

Existe consistente evidências de riscos de saúde associados à ingestão de bebidas açucaradas, Jean Welsh, PhD. MPH, segundo o professor assistente da Universidade Emory e diretor de pesquisa da Children’s Healthcare of Atlanta, Geórgia.

O estudo de cerca de 18.000 pessoas com 45 anos ou mais, mostrou que aqueles que consumiram as maiores quantidades de bebidas açucaradas e sucos de frutas tiveram até duas vezes mais risco de morrer de doença cardíaca coronária comparado com aqueles que consomem os níveis mais baixos das bebidas açucaradas. O risco de mortalidade foi maior entre aqueles que estavam acima do peso.

Durante o estudo no período médio de acompanhamento de 6,9 ​​anos, houve um total de 1465 mortes por todas as causas e 279 mortes por doença coronariana entre os 17.930 participantes do estudo.

Ao dividir os participantes em quartis dos menores e maiores consumidores de bebidas açucaradas, incluindo refrigerantes, frutas e sucos de fruta, os autores descobriram que o risco de doença coronariana e morte foi significativamente maior no quartil de ingestão de bebidas com açucares. Já as bebidas com adoçantes não demonstraram aumento da mortalidade.

Pesquisas anteriores sobre o assunto incluem um estudo de base populacional de dados da Pesquisa Nacional de Saúde e Nutrição (NHANES), que mostrou um risco 38% maior de mortalidade por doenças cardiovasculares em pessoas que consumiram 17% a 21% de calorias adicionando açúcar em comparação com aqueles que consumiram aproximadamente 8% das calorias do açúcar.

Outro estudo publicado em 2015 relacionou o consumo de bebidas adoçadas com açúcar com um número estimado de 184.000 mortes por ano, incluindo mais de 25.000 americanos.

Desse modo estamos cada vez mais convictos de que os açucares devem ser evitados e quando consumidos usar o bom senso, ou seja com muita moderação.

Epidemiologia e Prevenção da American Heart Association | Sessões Científicas de Estilo de Vida e Saúde Cardiometabólica 2018. Resumo 051 (P222). Apresentado em 21 de março de 2018.