Bem vindos ao Espaço Saúde Granjardim
Consultórios para profissionais da saúde na Granja Viana
(11) 4702-6652 / 4702-6781 contato@espacosaudegranjardim.com.br
Mulher com enxaqueca pode fazer microfisioterapia

A enxaqueca é uma doença multifatorial e a microfisioterapia pode identificar e tratar os gatilhos que causam a dor

A enxaqueca não é somente uma simples dor de cabeça que passa com analgésico, é um problema sério que acomete aproximadamente 15% de brasileiros. A doença pode ocorrer em qualquer idade, mas se manifesta principalmente em adolescentes e adultos jovens. Geralmente as mulheres são mais afetadas os que homens.

As crises de enxaqueca tendem a aparecer ocasionalmente e duram até 3 dias. Porém, em casos muito extremos, a freqüência das crises tornam-se diárias. Costumam provocar dores latejantes, geralmente unilaterais, que podem vir acompanhadas de náuseas, vômitos, intolerância a luz, sons e cheiros fortes.

Apesar de ser uma doença multifatorial, alguns gatilhos podem desencadear as crises, como estresse, insônia, alterações hormonais, bebida alcóolica em excesso e o consumo de alimentos como chocolate, café, embutidos, entre outros.

Microfisioterapia: identificando a causa da enxaqueca

O tratamento convencional visa suprir os sintomas, com analgésicos que, eventualmente associados a outras drogas, controlam a dor. No entanto, é preciso cuidado com o abuso de analgésicos e do aumento das doses necessárias para alívio da dor. Afinal, os medicamentos trabalham somente os sintomas, não a causa do problema.

Mudanças no estilo de vida para evitar alguns fatores que causam as crises são indispensáveis para a prevenção do problema. Além de evitarmos as situações físicas e emocionais que contribuem para a enxaqueca, podemos utilizar a microfisioterapia para identificar os traumas relacionados a dor que estão gravados na memória celular.

Ao identificar o que está energicamente abalado, o fisioterapeuta especializado em microfisioterapia estimula a autocura do organismo, promovendo melhoras no estado emocional e contribuindo para a diminuição na freqüência das crises de enxaqueca. Muitas vezes o paciente já nota uma melhora após a primeira sessão, porém a duração do tratamento pode variar de pessoa para a pessoa.

Fonte: Sandra Chung
Fisioterapeuta
Especialista em Microfisioterapia