Bem vindos ao Espaço Saúde Granjardim
Consultórios para profissionais da saúde na Granja Viana
(11) 4702-6652 / 4702-6781 contato@espacosaudegranjardim.com.br
Fim de ano sem culpa

Fim de ano chegou e é difícil resistir à fartura das comemorações. Mas é possível, sim, manter o equilíbrio

São tantos os eventos no fim de ano que fica difícil escapar dos exageros. E quem passou boa parte do ano tentando encontrar o equilíbrio ou fazendo dieta se preocupa – e já sente culpa! – com os famosos excessos de fim de ano. Vale lembrar que ninguém é de ferro e tudo bem sair da rotina vez ou outra!

Não é preciso deixar de aproveitar as tradicionais delícias que são servidas durante as confraternizações de fim de ano. Afinal, são alimentos que não fazem parte do nosso cotidiano e o clima é de festa com a família e os amigos. No entanto, é preciso controlar o sentimento de culpa. Afinal, comer e se arrepender não mudará em nada como os nutrientes serão absorvidos pelo corpo. E se o ano foi marcado por restrições alimentares, é ainda mais difícil se segurar diante de tanta fartura. Então, é importante se deliciar, mas sempre de forma consciente.

Após tanta preocupação, estresse e acontecimentos durante o ano, temos o direito de relaxar e sentir prazer à mesa, certo? Mas toda essa experiência só é válida se não vier acompanhada de raiva, culpa e remorso por ter saído da linha bem no fim do ano. Por isso, é essencial cuidar das emoções e dos sentimentos. E, principalmente, de quem os desperta: o pensamento. Sim, o desequilíbrio nasce de pensamentos e crenças muitas vezes equivocadas sobre nós e nossa vida. Esse cenário acaba desencadeando a compensação para confortar as nossas dores emocionais.

Não ter medo de se exceder, focar no prazer de comer, comer com culpa ou mesmo curtir o momento no automático estimula muitas vezes o exagero. O famoso pensamento 8 ou 80: “já comi além do que deveria mesmo, então vou comer mais!”. A dica é buscar acatar os sinais de saciedade e de fome mesmo durante as confraternizações. Respeite seu organismo! Esse é o jeito mais fácil de evitar a auto sabotagem e, principalmente, acabar com o sentimento de “culpa” que tanto nos perturba já no início de cada ano.

Dicas para comemorar o fim de ano sem culpa:

– Procure dormir bem;

– Continue com a rotina de exercícios;

– Evite o excesso de álcool,

– Beba muita água;

– Não pule refeições e procure não ficar longos períodos sem comer;

– Busque entender seus sentimentos e respeitá-los;

– Não se preocupe!  O “exagero” de fim de ano pode ser resolvido na volta de uma rotina com equilíbrio.

– Aproveite o momento e não tente fazer compensações radicais de “detox” e restrições. Quando o ano começar e a vida voltar ao normal, procure um profissional para lhe ajudar.

 

Fonte: Vitória Régia Boccomino

Nutricionista