Bem vindos ao Espaço Saúde Granjardim
Consultórios para profissionais da saúde na Granja Viana
(11) 4702-6652 / 4702-6781 contato@espacosaudegranjardim.com.br

É só o nariz escorrer – principalmente das crianças – para ficarmos atentos. É importante evitar a automedicação e procurar auxílio médico para tratar o problema

A coriza, popularmente conhecida como nariz escorrendo, é um sintoma muito comum, caracterizado pela produção de secreção nasal. Pode ter intensidade e frequência variáveis e coloração transparente, amarelada, esverdeada e até sanguinolenta.

Você sabia que diariamente o nariz produz uma certa quantidade de coriza? Isso porque a secreção nasal protege as vias aéreas de substâncias tóxicas e do ataque de bactérias, vírus, fungos, etc. que podem infectar o nosso organismo. Qualquer alteração – desde uma mudança brusca na temperatura até a presença de alguma infecção – pode provocar uma produção acima do normal ou dificultar o escoamento da coriza.

As principais causas da coriza:

Rinite

É uma inflamação da mucosa nasal que ocorre como reação do organismo contra substâncias tóxicas e irritantes, como ácaros existentes na poeira, fungos, mofo, pólen, etc., ou causada por alterações climáticas. A secreção nasal é transparente e aquosa e pode vir acompanhada por coceira no nariz, obstrução nasal e espirro.

O que fazer: é importante consultar um médico para controlar os sintomas com o uso de antialérgicos e tentar descobrir a causa do problema para evitar o contato com a substância irritante. Muitas vezes o perigo dorme literalmente na mesma cama, no nosso colchão e travesseiro. Por isso, devemos usar forro antialérgico no travesseiro e colchão para que o ácaro não consiga entrar em contato direto com o nariz.

Sinusite

Já a sinusite é a inflamação das mucosas dos seios da face provocada, na maioria das vezes, por bactérias, mas também pode ser causada por vírus, fungos ou alergia. Quando a sinusite é aguda, a coriza é amarela ou esverdeada e também comumente causa dor forte na região entre os olhos, sensação de pressão na cabeça, febre e mal-estar. Quando a sinusite é crônica, a dor e a febre podem estar ausentes e a tosse é o sintoma predominante, principalmente durante a noite.

O que fazer: é importante consultar um otorrino para identificar a causa e o melhor tratamento, que muitas vezes inclui o uso de antibióticos, em casos de infecção bacteriana.

Infecções virais

A coriza pode surgir junto com outros sintomas, como dor de cabeça, dor no corpo, cansaço e febre.

O que fazer: O ideal é fazer repouso, beber bastante água e procurar seguir uma alimentação saudável para acelerar a recuperação do organismo e a eliminação do vírus.

Outras causas menos comuns para secreção nasal:

  • Gravidez;
  • Presença de objeto estranho no nariz, principalmente em crianças pequenas;
  • Desvio de septo;
  • Toxicodependência.

 

Fonte: Dr. Luiz Cantoni

Otorrinolaringologista