Bem vindos ao Espaço Saúde Granjardim
Consultórios para profissionais da saúde na Granja Viana
(11) 4702-6652 / 4702-6781 contato@espacosaudegranjardim.com.br
Diu método contraceptivo de longa duração

Conheça os prós e contras de cada contraceptivo de longa duração: DIU, SIU e implante

Cada vez mais utilizados por mulheres em todo mundo devido sua praticidade e alta eficácia, os métodos de longa duração, conhecidos como LARC (Long Acting Reversible Contraceptives, ou métodos contraceptivos reversíveis de longa duração, são uma ótima alternativa às tradicionais pílulas anticoncepcionais.

Com duração de pelo menos três anos após a colocação, os métodos previnem em até 99% uma gestação não planejada e tem eficácia semelhante à laqueadura (esterilização feminina) – lembrando que nenhum método é 100% eficaz. Podem ser utilizados desde a adolescência até a pré-menopausa e por mulheres que já tiveram filhos, ou não.

Quais são os tipos de contraceptivos de longa duração?
  • Dispositivo intrauterino (DIU)
  • Sistema intrauterino (SIU);
  • Implante hormonal
Dispositivo intrauterino (DIU) de cobre

É um dispositivo não hormonal em formato de “T” de cobre que, ao ser colocado no interior do útero, provoca uma alteração química que impede o encontro entre o espermatozoide e o óvulo

Principais pontos do DIU de cobre:

  • Duração de 5 a 10 anos;
  • Não tem hormônio;
  • Pode aumentar bastante o fluxo menstrual e, consequentemente, as cólicas, principalmente nos primeiros 6 meses.
  • Imediatamente reversível
Dispositivo intrauterino (DIU) de prata

Traz uma pequena porcentagem de prata misturada ao cobre, o que diminuiria o risco de oxidação e aumentaria sua eficácia. É menor que o DIU de cobre e em formato em “Y”, o que facilitaria sua inserção e remoção.

Principais pontos do DIU de prata

  • Duração de 5 anos;
  • Não tem hormônio;
  • A prata diminui a chance de intensificar o fluxo e cólica menstruais;
  • Como é menor e tem formato em “Y”, normalmente causa menos desconforto na colocação;
  • Imediatamente reversível.
Sistema intrauterino (SIU)

Também conhecido como DIU Hormonal (Mirena), é um dispositivo em formato de “T” revestido pelo hormônio levonorgestrel, um subtipo sintético de progesterona. Evita a gravidez porque afina o endométrio e altera o muco cervical, tornando o ambiente hostil à fecundação.

Principais pontos do SIU:

  • Duração de 5 anos;
  • A ação do hormônio é local e diminui o fluxo menstrual e as cólicas – em alguns casos a mulher para de menstruar;
  • Como afina o endométrio, muitas vezes é indicado no tratamento de algumas doenças ginecológicas, como endometriose e adenomiose.
  • O custo do SIU é geralmente maior que do DIU (cobre e prata);
  • Imediatamente reversível.
Implante hormonal

O implante hormonal (Implanon) é um pequeno cilindro com hormônio em seu interior (etonogestrel). A inserção é feita normalmente na face interna do braço, sob a pele.

Principais pontos do implante hormonal:

  • Duração de 3 anos;
  • Algumas pessoas relatam aumento da acne e dor de cabeça como efeitos colaterais;
  • Pode deixar o fluxo menstrual irregular, principalmente no primeiro ano;
  • O custo do SIU é geralmente maior que do DIU (cobre e prata);
  • Imediatamente reversível.
Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência

Em fevereiro, a Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência tem o objetivo de alertar a sociedade sobre medidas preventivas e educativas para reduzir a incidência da gravidez na adolescência. Os dados são assustadores: No Brasil, cerca de 930 adolescentes e jovens dão à luz todos os dias, totalizando mais de 434,5 mil mães adolescentes por ano.

Apesar de não substituir a importância da camisinha em evitar as doenças sexualmente transmissíveis, os LARC são considerados opções de primeira linha para adolescentes pelo American College of Obstetricians and Gynecologists (ACOG) e pela Academia Americana de Pediatria, já que, uma vez inseridos, não necessitam ações regulares da paciente.

Fonte: Dr. Sérgio Guisard

Ginecologista e Obstetra